• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario

Coordinfância recebe ministros do TST em reunião ordinária

Encontro teve homenagem a auditores-fiscais do Trabalho pela articulação promovida contra a Medida Provisória 1116/2022, que trazia riscos para a política de aprendizagem profissional

Brasília, 10/11/2022 - Com a presença da vice-procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT-MS), Simone Beatriz Assis de Rezende, a Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância) do MPT recebeu, na Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT), o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Lélio Bentes, e o ministro da Corte Evandro Valadão durante a 3ª Reunião Nacional Ordinária do colegiado em 2022. Simone Rezende é titular da coordenadoria em MS. O encontro ocorreu entre os dias 7 e 8 de novembro e contou, ainda, com a presença da vice-procuradora-geral do Trabalho, Maria Aparecida Gugel.

No primeiro dia da reunião, o ministro Evandro Valadão citou o caso do jovem Lorenzo, que foi vítima de violência policial no Rio de Janeiro enquanto trabalhava durante a madrugada para ajudar na renda de sua família. Durante o depoimento, o ministro destacou o papel do MPT. “Eu sou um entusiasta do trabalho de vocês. Acho que nós temos muito a fazer, porque o Lorenzo é um exemplo de como a sociedade ainda deve às nossas crianças e aos nossos adolescentes”, disse. Atualmente, o ministro atua como coordenador do Programa de Combate Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem da Justiça do Trabalho.

Na última terça (8), o presidente do TST, Lélio Bentes, agradeceu aos participantes pelo trabalho que desempenham para a construção de um Brasil realmente fraterno, justo e solidário. Bentes, que ocupa vaga no TST destinada ao MPT, destacou que consegue ver nos olhos de cada procurador e procuradora da instituição o entusiasmo para criar iniciativas voltadas à proteção de crianças e adolescentes. “Mais do que um ex-colega, vocês têm um parceiro, um amigo e alguém que compartilha a mesma causa que vocês”, afirmou.

Também participaram cinco auditores-fiscais do Trabalho, que receberam homenagem da coordenadoria pela articulação promovida contra a Medida Provisória 1116/2022, que trazia riscos para a política de aprendizagem profissional. Na ocasião, a coordenadora nacional da Coordinfância, Ana Maria Villa Real, agradeceu à categoria pelo empenho e pela parceria em prol da aprendizagem.

Além disso, a coordenadoria discutiu propostas de diretrizes orientativas sobre enfrentamento ao trabalho infantil e aprendizagem profissional, o Fundo da Infância e Juventude, forças-tarefas, trabalho infantil doméstico e no setor agropecuário, entre outros assuntos.

Fonte: Procuradoria-Geral do Trabalho
Informações: (61) 3314-8101/8233
www.mpt.mp.br

Tags: trabalho infantil, Coordenadoria nacional de combate a exploração do trabalho da criança e do adolescente , Coordinfância , criança, adolescente, infância, adolescência, exploração infanto-juvenil, Combate ao trabalho infantil, Erradicação do Trabalho Infantil, Criança e Adolescente

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • socioambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos