• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Prêmio MPT na Escola divulga regulamento nacional para edição de 2022

Prêmio MPT na Escola divulga regulamento nacional para edição de 2022

Alunos da rede estadual de ensino também vão poder participar neste ano

Brasília, 21/01/2022 - O regulamento nacional do Prêmio MPT na Escola 2022, iniciativa que valoriza os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais de estudantes da rede pública de ensino que integram o projeto, foi divulgado nesta quinta-feira (20). Entre as novidades deste ano está a possibilidade de participação de estudantes da rede estadual. Segundo o regulamento, cada Secretaria Estadual de Educação (SEE) deverá aderir ao projeto separadamente por município e designar integrante da coordenação local responsável pelo projeto nas escolas estaduais.

Assim como na edição anterior, o Prêmio MPT na Escola 2022 será dividido em dois grupos. O grupo 1 contempla discentes dos 4º e 5º anos do ensino fundamental e produções sobre trabalho infantil. O grupo 2, de estudantes de 6º e 7º anos do ensino fundamental, deve abordar a aprendizagem profissional/profissionalização de adolescentes. As categorias conto, poesia, música e desenho foram mantidas. O limite de participantes por trabalho continua sendo de dupla de estudantes por trabalho, exceto a categoria de música, que passa a permitir três inscritos.

O regulamento também traz a obrigatoriedade de envio do termo de autorização do uso de imagem e voz e da declaração de originalidade dos trabalhos. Além disso, está prevista a vedação à menção a nome de empresas, de institutos, fundações ou ações de grupos econômicos ou que não sejam relacionados ao MPT na Escola.

Outra novidade no regulamento é a previsão expressa para que se busque privilegiar a participação de crianças e adolescentes na comissão julgadora nacional. O objetivo é consolidar a prática iniciada na edição anterior do prêmio, quando um adolescente participou pela primeira vez da comissão julgadora.

A coordenadora Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância), Ana Maria Villa Real, destacou a importância do projeto como mecanismo de efetiva promoção de direitos, porque leva informação, cidadania, empoderamento, e mostra que o lugar de criança é na infância, que crianças e adolescentes são titulares de uma vastidão de direitos, especialmente, à alimentação, saúde, educação, lazer, esporte e, portanto, a uma infância sem trabalho, entre tantos outros. A coordenadora nacional da Coordinfância registrou ainda a participação de quase 500 mil alunos no projeto no ano de 2021, a maior desde o início da sua implementação.

De acordo com a gerente do MPT na Escola, Luísa Carvalho Rodrigues, a expectativa é que o projeto aumente muito o seu alcance tendo em vista que a iniciativa foi selecionada pela Coordinfância para ser um de seus Grupos de Atuação Especial Trabalhista (GAETs). “Pela primeira vez, teremos o MPT na Escola implementado em todas as regionais do Brasil. Estamos bem animados com essa possibilidade de atingir mais crianças e profissionais da educação e conseguir ter maior capilaridade do projeto em nível nacional”, afirmou.

Além disso, a gerente do projeto destaca que a expansão do MPT na Escola ocorre em um momento importante diante da pandemia de covid-19. “Esse alcance do projeto vem em boa hora em razão da crise sanitária, social e econômica que nós estamos vivendo, o que pode implicar em aumento do trabalho infantil, pois se a pobreza aumenta, provavelmente aumentam as taxas de trabalho infantil. Por isso, é muito importante que o projeto seja levado às escolas e que nós tenhamos mais multiplicadores desse conhecimento e de pessoas aptas a identificar crianças que são exploradas”, disse.

Clique aqui para ler o regulamento.

Fonte: Procuradoria-Geral do Trabalho
Informações: (61) 3314-8101/8233
www.mpt.mp.br

Tags: Coordenadoria nacional de combate a exploração do trabalho da criança e do adolescente , Coordinfância , criança, adolescente, Prêmio MPT na Escola, Combate ao trabalho infantil, Escola Publica

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • socioambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos