• Informe-se
  • Notícias do MPT MS
  • Exposição “Trabalhadores” retrata a realidade laboral brasileira em segmentos com grande incidência de acidentes

Exposição “Trabalhadores” retrata a realidade laboral brasileira em segmentos com grande incidência de acidentes

Mostra integra campanha Abril Verde e ocorrerá nos shoppings Campo Grande e Norte Sul Plaza

18/04/2017 - A exposição fotográfica “Trabalhadores”, que reúne 25 imagens sobre as condições laborais em segmentos com grande incidência de irregularidades relativas à saúde e à segurança do trabalhador, será realizada no período de 18 de abril a 1º de maio nos shoppings Campo Grande e Norte Sul Plaza.

A mostra é organizada pelo Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT/MS) e faz parte da campanha Abril Verde, dedicada à memória das vítimas de acidentes de trabalho. O objetivo é conscientizar a população sobre a importância de medidas preventivas como a melhor maneira de evitar doenças e promover a segurança no ambiente de trabalho.

As fotografias tratam de temas como a colheita de cana-de-açúcar, o setor frigorífico, a construção civil, o uso de amianto, a realidade dos vaqueiros nordestinos e o trabalho na indústria do gesso. As obras, de autoria de Geyson Magno, André Esquivel e Walter Firmo, foram extraídas dos livros “Trabalho” e “O Verso dos Trabalhadores”, publicados pelo MPT.

Além da exposição fotográfica, o mês de abril sedia diversas atividades realizadas pelo Fórum de Saúde, Segurança e Higiene no Trabalho, como ação educativa em canteiro de obras do Município de Campo Grande e seminário na manhã do dia 28 de abril, com extensa programação. O evento ocorrerá na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, auditório 1 do bloco Multiuso. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail erms@fundacentro.gov.br. Serão debatidos assuntos relacionados à atuação do fórum, vigilância em saúde do trabalhador e acidentes de trabalho na construção pesada.

Ainda durante o mês de abril, o prédio do MPT/MS e de instituições parceiras estão iluminados na cor verde, assim como os sites e perfis nas redes sociais dos participantes que fazem alusão à cor temática.

Um mês para lembrar as vítimas de acidentes de trabalho

Abril foi escolhido devido ao Dia Mundial da Saúde (7/4) e ao Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho (28/4). Esta última data foi instituída por iniciativa de sindicatos canadenses e escolhida em virtude de uma explosão que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969. No Brasil, a Lei nº 11.121, que criou o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, foi promulgada em maio de 2005.

Custo elevado

O Brasil registra uma média superior a 700 mil acidentes de trabalho por ano, pelo menos desde de 2010, segundo dados da Previdência Social. Somente em 2014, foram 704 mil acidentes de trabalho, sendo 2.783 casos fatais e 251,5 mil que resultaram em afastamentos por período superior a 15 dias e diminuição da capacidade produtiva.

Em 2016, Mato Grosso do Sul contabilizou 5.845 acidentes, 1.696 com afastamento acima de 15 dias e 15 casos fatais. Isso representa um acidente de trabalho a cada 48 minutos. O estado é o segundo colocado em mortalidade, conforme balanço feito entre 1990 e 2013: 142 a cada 100 mil trabalhadores. Indústrias de transformação lideram as ocorrências.

Os acidentes de trabalho no país geram despesas em torno de R$ 11 bilhões por ano apenas para a Previdência Social.

Estão de fora dessa conta as ocorrências não notificadas e os eventos envolvendo trabalhadores autônomos, informais, servidores públicos e empregados domésticos. Também não são contabilizados nesses números os gastos com tratamento de saúde, perda de produtividade e indenizações, entre outros. Ao incluir esses custos, a cifra pode alcançar, segundo a Organização Internacional do Trabalho, 4% do Produto Interno Bruto, ou seja, mais de R$ 200 bilhões por ano.

Fonte: Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul
Informações: (67) 3358-3034/3035
www.prt24.mpt.mp.br | twitter: @MPT_MS

Tags: Ministério Público do Trabalho, irregularidade, saúde e segurança, acidente de trabalho

Imprimir